Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Simplesmente

Um blog sobre tudo e sobre nada

Simplesmente

Um blog sobre tudo e sobre nada

17/02/17

47* Vou contar-vos uma história: Clementina, a mulher barbuda

 Era uma vez, numa terra não muito distante e há não muito tempo atrás, vivia uma mulher num pequeno reino a quem chamavam de Clementina. Era uma pessoa peculiar e não devido ao nome incomum ou ao seu belo cabelo longo e ruivo mas sim, devido ao pelo que lhe crescia na cara. Clementina tinha barba, de um tom ruivo assim como o cabelo. Tudo começou na adolescência e assim que se apercebeu do que se estava a passar achou que não era normal pois mais nenhuma jovem da sua idade possuída tal coisa. Claro que rápido se tornou um embaraço e para tentar eliminar o problema, sua mãe tentou fazer-lhe a barba mas rápido perceberam que era um erro pois quanto mais cortavam, mais crescia e cada vez mais forte e rija. Tinha uma barba de meter nojo a muitos e secretamente de fazer inveja a muitos homens. A pobre Clementina não teve remédio senão a aprender a viver com a situação. Certa vez um circo tentou convence-la a ser a atuação principal mas não aceitou. E por quê? Porque alguns anos depois um rapaz lá da terra confessou-lhe um segredo que os viria a unir para o resto da vida: Ele era um homem cuja barba nunca cresceu. Claro que ele passava mais despercebido mas a confusão mental era igual.

E assim, foram vivendo as suas vidas simplórias, tentando passar despercebidos (claro que sem grande sucesso). Infelizmente, nunca Clementina sequer suspeitou que uns séculos mais à frente no seu tempo, uma barba bem formosa, seria a maior tendência de moda nas mulheres da altura.

 

Fim

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.